• Jório Mesquita

Meditação: Um caminho para encontrar a paz neste mundo agitado.

Atualizado: Fev 2


Muitas pesquisas vêm apontando para um aumento na população de ansiosos e depressivos. Não importa a idade isso é uma verdade inconteste. Outro dia vi uma pesquisa que demonstra que 40 milhões de pessoas adultas, nos EUA, tem um quadro de transtorno de ansiedade. Este número é muito significativo entre os jovens estudantes do nível fundamental e universidades. As pressões para se encaixar, se destacar academicamente e se engajar nas mídias sociais faz com que a ansiedade seja considerada em um nível epidêmico.


Como coach, não faço terapia para pessoas que sofram de ansiedade ou estresse a nível patológico, porém ajudo e recomendo a meditação não só para ajudar nestes quadros, mas também para conseguir os resultados benéficos que as práticas meditativas oferecem. Elas podem ser uma ferramenta muito eficaz para as pessoas melhorarem seu patamar de vida e desenvolverem a habilidade de serem e se sentirem felizes.


Desafio a você

Com o objetivo de contribuir apresento aqui um programa de oito semanas em atenção plena baseado no livro Mindfulness de Mark Willians e Danny Penman.


Para se escrever e iniciar a trilha de oito semanas você pode entrar no meu site na aba de DESAFIOS e se inscrever, não custa nada, mas os benefícios pessoais serão incríveis. Vamos lá?



Os benefícios da meditação da atenção plena (MINDFULNESS)


Estudos mostram que os meditadores regulares são mais felizes e mais satisfeitos do que a média das pessoas.(1) Esses resultados têm uma importante repercussão na saúde, já que as emoções positivas estão associadas a uma vida mais longa e saudável.(2)

A ansiedade, a depressão e a irritabilidade diminuem com sessões regulares de meditação.(3)

A memória melhora, as reações se tornam mais rápidas e o vigor mental e físico aumenta.(4)

Os meditadores regulares têm relacionamentos melhores e mais gratificantes.(5)

Estudos feitos no mundo todo comprovam que a prática da meditação reduz os principais indicadores do estresse crônico, incluindo a hipertensão.(6)